NEUROPSICOLOGIA

O Flow que Potencializa

5555.pngObjetivos da Avaliação Neuropsicológica

A Avaliação Neuropsicológica traçará o perfil de desempenho nos testes e procedimentos relacionados às funções cognitivas investigadas; fazendo um paralelo entre as relações do cérebro, cognição e comportamento. O resultado desta avaliação visa identificar as disfunções cognitivas e as habilidades intactas evidenciadas, ou seja, mapear as forças e fraquezas cognitivas.

O objetivo da avaliação neuropsicológica está também relacionado ao impacto e às consequências em longo prazo dos transtornos, auxiliando na investigação dos prejuízos que esta pessoa possa ter adquirido, ou seja, verificando as limitações nas atividades e na participação social e o que isso pode acarretar na funcionalidade e na vida prática do indivíduo. 

Funcionalidade da Avaliação Neuropsicológica

Este tipo de avaliação é muito importante para auxiliar no

brain.svg

TDHA

dyslexia.svg

Autismo

intellectual.svg

Deficiência Intelectual

memory.svg

Alzheimer

memory-1.svg

Demência

brain-2.svg

Transtorno de Aprendizagem

Sessões de  Avaliação Neuropsicológica

Deve ser muito bem detalhada, para entender o histórico de vida, desenvolvimento neuropsicomotor, fatores ambientais e etiológicos que possam se configurar como fatores de risco para alguma patologia ou distúrbio. Na avaliação de crianças e adolescentes é realizada com os pais; na de adultos e idosos, além deles, poderá ser necessário incluir filhos, cuidadores, cônjuges ou irmãos.

Observar a realização de tarefas específicas para cada finalidade, pois a cognição depende de um conjunto de sistemas relativamente autônomo, relacionado a um domínio cognitivo ou operação mental, que é necessário para a execução de determinadas tarefas e composto pela atenção, percepção, memória, linguagem e raciocínio. Essa observação é realizada em algumas sessões de testagens, que pode variar de acordo com o que está sendo investigado e o nível de rendimento de cada pessoa.

As considerações dos profissionais que acompanham o avaliado (médico, psicólogo, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, psicopedagogo, psicomotricista etc) são de extrema importância, por esta razão é solicitado um relatório ou feita uma discussão de caso abordando informações como diagnóstico do paciente ao início do tratamento (incluindo a data que o tratamento se iniciou), estado e gravidade dos sintomas, modalidade terapêutica aplicada (incluindo frequência e duração da sessão), dados sobre a evolução do paciente após o início do tratamento e prognóstico.

Quando a avaliação é de crianças é necessário coletar as queixas acadêmicas e dados sobre o funcionamento comportamental no âmbito escolar, esta coleta será realizada através de discussão de caso com a equipe pedagógica e, dependendo do caso, poderá ser incluída uma visita escolar para observação comportamental.

Ocorre a entrega do laudo e são apresentados os resultados da avaliação, englobando de forma sensível uma gama de sinais cognitivo-comportamentais apresentados no seu desenvolvimento e funcionamento atual, para compreensão de suas queixas nas instâncias: cognitiva, emocional, comportamental e da estruturação de sua personalidade.

Estimulação Neuropsicológica

Na estimulação, uma série de treinos de funções cognitivas serão realizados, de acordo com a necessidade individual, potencializando as facilidades no processamento de informações e atenuando as dificuldades. É muito utilizada em transtornos de aprendizagem, déficits atencionais.

Reabilitação Neuropsicológica

A reabilitação tem como foco amenizar os prejuízos cognitivos, estimulando algumas funções e fazendo com que outras possam ser usadas como compensadoras no funcionamento cognitivo, promovendo qualidade de vida. Geralmente é realizada com pacientes que sofreram algum tipo de lesão cerebral ou que apresentam um quadro de doenças degenerativas. Na Reabilitação os profissionais, o paciente e a família trabalham juntos em busca da melhora das capacidades cognitivas, emocionais, psicossociais, comportamentais e psicológicas prejudicadas pela lesão cerebral.

Sessões de  Estimulação / Reabilitação Neuropsicológica

Tanto a estimulação quanto a reabilitação são tratamentos, o que quer dizer que para apresentarem resultados eficazes precisam ter um plano individualizado e continuidade. Se os prejuízos cognitivos forem leves, a frequência pode ser de 1 ou 2 vezes por semana e o prazo em torno de, pelo menos, 6 meses. Em casos mais graves e prejuízos cognitivos mais amplos, esta frequência pode aumentar e o tratamento pode perdurar por anos.

NEUROPSICOLOGIA

O Flow que Potencializa

5555.pngConceito de Avaliação Neuropsicológica

A Avaliação Neuropsicológica traçará o perfil de desempenho nos testes e procedimentos relacionados às funções cognitivas investigadas; fazendo um paralelo entre as relações do cérebro, cognição e comportamento. O resultado desta avaliação visa identificar as disfunções cognitivas e as habilidades intactas evidenciadas, ou seja, mapear as forças e fraquezas cognitivas.

O objetivo da avaliação neuropsicológica está também relacionado ao impacto e às consequências em longo prazo dos transtornos, auxiliando na investigação dos prejuízos que esta pessoa possa ter adquirido, ou seja, verificando as limitações nas atividades e na participação social e o que isso pode acarretar na funcionalidade e na vida prática do indivíduo. 

Funcionalidade da Avaliação Neuropsicológica

Este tipo de avaliação é muito importante para auxiliar no

brain.svg

TDHA

dyslexia.svg

Autismo

intellectual.svg

Deficiência Intelectual

memory.svg

Alzheimer

memory-1.svg

Demência

brain-2.svg

Transtorno de Aprendizagem

Sessões de  Avaliação Neuropsicológica

Estimulação Neuropsicológica

Na estimulação, uma série de treinos de funções cognitivas serão realizados, de acordo com a necessidade individual, potencializando as facilidades no processamento de informações e atenuando as dificuldades. É muito utilizada em transtornos de aprendizagem, déficits atencionais.

Reabilitação Neuropsicológica

A reabilitação tem como foco amenizar os prejuízos cognitivos, estimulando algumas funções e fazendo com que outras possam ser usadas como compensadoras no funcionamento cognitivo, promovendo qualidade de vida. Geralmente é realizada com pacientes que sofreram algum tipo de lesão cerebral ou que apresentam um quadro de doenças degenerativas. Na Reabilitação os profissionais, o paciente e a família trabalham juntos em busca da melhora das capacidades cognitivas, emocionais, psicossociais, comportamentais e psicológicas prejudicadas pela lesão cerebral.

Sessões de  Estimulação / Reabilitação Neuropsicológica

Tanto a estimulação quanto a reabilitação são tratamentos, o que quer dizer que para apresentarem resultados eficazes precisam ter um plano individualizado e continuidade. Se os prejuízos cognitivos forem leves, a frequência pode ser de 1 ou 2 vezes por semana e o prazo em torno de, pelo menos, 6 meses. Em casos mais graves e prejuízos cognitivos mais amplos, esta frequência pode aumentar e o tratamento pode perdurar por anos.
WeCreativez WhatsApp Support
Caso precise de agendar uma consulta ou tirar dúvidas, deixe sua mensagem que em breve que em breve retornaremos!
👋 Olá Posso ajudar?